Os Açores em 5 motes . The Azores in 5 words

(text in English soon)

DSC02572

‘Certificado pela natureza’ é o mote usado pela entidade de turismo dos Açores.
Neste pequeno post partilho resumidamente a minha perspectiva do Arquipélago dos Açores, que tive a oportunidade de conhecer este mês. Indico também algum spots imperdíveis e alguns restaurantes claro 😉 Um destino de férias que recomendo sem dúvida.
Para já visitei apenas três ilhas: Terceira, São Jorge e Graciosa, mas este passeio deixou-me ansiosa por conhecer as restantes.

As Origens…

A formação dos Açores resultou de movimentos tectónicos com 10 MA. Nas ilhas a sua origem vulcânica está bem evidente. São ilhas ‘altas’ em relação ao mar, negras, onde despontam por vezes as famosas Fajãs.
Nas piscinas naturais, ainda que algumas plataformas de cimento as tentem tornar mais confortáveis, os pés mais ou menos curiosos não deixam de sentir bastante desconforto ao pisar aquela pedra lávica, que nos reporta ao tempo geológico e nos faz imaginar um grande vulcão repleto de lava que solidificou.
Quem visita um pouco as ilhas descobre grutas, crateras e lagos de lava, vestígios únicos da paisagem vulcânica e para o comum dos continentais lugares maravilhosos de testemunhar.

Recomendo um banho nos biscoitos, e uma visita ao soberbo algar do carvão, na Terceira. Já na Graciosa não perder a gruta da Mº encantada, de onde se tem uma vista magnífica para a cratera. Autênticas viagens ao centro da terra!

DSC02830DSC02878DSC02862DSC02669DSC02660DSC02673
DSC02646

O tempo…

O tempo cronológico e o tempo atmosférico, o primeiro parece por vezes não existir nos Açores, ou ter uma velocidade diferente, que se denota em alguns serviços e na organização. O segundo é hiperactivo e revela-nos as quatro estações num só dia.

Recomendo que levem um impermeável e muita paciência.

DSC02498DSC02773

A Geografia…

São várias ilhas no atlântico norte de modo que o transporte tem uma enorme importância na vida e no desenvolvimento da ilha. Chega-se de barco e de avião, as principais ligações são claro com Portugal continental mas também com os EUA.
Entre ilhas circula-se do mesmo modo, o barco que faz o transporte entre ilhas pode tornar-se um suplício.
A geografia é um factor que moldou bastante as gentes e a vida nos Açores.

 
DSC02840DSC02777

As Gentes…

Creio ser difícil que o isolamento geográfico não tenha uma influência nas pessoas. Estas gentes insulares, trabalham sobretudo no sector primário, agricultura e pescas, têm por isso habilidades e conhecimentos no continente por muitos já esquecidos. Nos Açores uns andam ao sabor do vento e outros já se deixaram ir com a maré para outras paragens. A emigração é frequente, dos que ficam, destacam-se alguns, que são empreendedores, trabalhadores mas há também os indolentes.
Sobressai a hospitalidade dos Açorianos, que sabem bem receber e são muito simpáticos e acessíveis. Talvez por terem poucas distracções na ilha ou simplesmente um grande brio cuidam daquilo que é seu. Tudo está impecável, limpo e bem tratado, as fachadas das casas são pintadas frequentemente, por exemplo.
Por outros motivos mas também neste sentido, as estradas são todas novas e muito boas, o que permite fazer belos passeios de carro, por exemplo. Óptimo para o turista. Há também Wifi em todos os principais centros.

IMG_7198

IMG_7185
A arquitectura, algo vernacular, tem exemplares magníficos. Semelhante nas diferentes ilhas mas com declinações muito próprias a cada uma. Dominam fachadas brancas, onde as ombreiras foram pintadas de uma cor, esta cor varia dando um belo colorido às cidades. As igrejas são muito bonitas, também neste registo, onde os pormenores contrastam revelando o escuro da pedra basáltica. Esta bonita ou por vezes exótica arquitectura parece ter sido poupada dos modernismos vaidosos.

 

DSC02803DSC02807DSC02917

IMG_7201IMG_7232thumbnail_IMG_7261

DSC02879

A Gastronomia…

Em Portugal come-se bem: continente e ilhas… Os Açores devido à sua situação geográfica e localização permitem o acesso a peixe, crustáceos, entre outros… O peixe é bom e fresco claro.

Nos Açores pode comer as deliciosas lapas todos os dias e não se vai arrepender, são deliciosas… As melhores que comemos foram no restaurante Dolphin, na Graciosa e no bar do abismo, nos Biscoitos, na terceira.
Neste território onde domina o sector primário de actividades, há muita agricultura e pastorícia. A carne é também muito boa mas os principais produtos são os lacticínios, obrigatório experimentar os queijos, a manteiga os iogurtes e os gelados.
Nas ilhas Açorianas também há fruta deliciosa como o ananás ou a meloa.
Quanto à doçaria, prove as queijadas, sobretudo as queijadas Dona Amélia e as da graciosa, não se vai arrepender…

Esta produção local deixa claro a sua marca na paisagem, por todo lado vemos os campos agrícolas rodeados de muros de pedra seca, as vacas e outros animais…

DSC02513DSC02771DSC02632

IMG_7215IMG_7213

São ilhas onde se detecta imediatamente a presença humana e onde as plantas infestantes ou exóticas e a agricultura parecem dominar. Mas os lugares mais selvagens são absolutamente impressionantes. Devido à localização é clima é possível encontrar vários endemismos de fauna e flora, espécies únicas no mundo.

DSC02603
DSC02545

O resto (na verdade tudo isto) é paisagem…
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s